Carrinho de compras vazio encostado na parede.

4 Falhas no ecommerce que diminuem as vendas

Linha cinza de separação

E-commerces de todos os tamanhos tem diferentes desafios relacionados ao volume de vendas. Alguns deses problemas são básicos, mas levam muito tempo e esforço para serem superados. Outros tem resolução mais fáceis, mas que os gestores desconhecem sua facilidade.

Neste texto elencamos cinco problemas mais comuns encontrados por e-commerces quanto a esse assunto. 

Vamos a eles:

1. Site não responsivo

Em 2015, 10% das compras de e-commerce foram realizadas por dispositivos móveis e, até o final deste ano, esse valor deve aumentar em 46% segundo o site E-commerce Brasil.

Essa receptividade está diretamente relacionada à apresentação dos sites de e-commerce ao consumidor quando usam diferentes dispositivos. Dessa maneira, é fundamental que o site se adeque a cada um desses dispositivos, não omitindo informações necessárias a navegação e compra em nenhuma das versões.

Neste mesmo contexto é útil mencionar que a usabilidade seja bem projetada para que a navegação seja fluida, contribuindo para uma boa experiência de compra.

Faça um teste de funcionalidade e responsividade. Não se esqueça de otimizar para mobile. Consumidores mobile são 30% menos propensos a visitar um site, mas são 51% mais propensos a efetuarem uma compra. 

2. Imagens de baixa qualidade

As imagens são tão importantes quanto as descrições dos produtos. O bom site de e-commerce faz com que o cliente se sinta em uma loja física ao apresentar imagens grandes e de boa resolução dos vários aspectos do produto. Isso faz com que  não ocorram desistências.

Uma agência americana, Optimics, fez um teste AB para uma varejista online com o objetivo de entender qual é o impacto em vendas das imagens de alta qualidade. Foram feitas 3 artes diferentes: uma com imagens pequenas e descrições grandes; uma com imagens e descrições grandes e detalhadas; e outra com imagens grandes e quase nenhuma descrição.

A versão campeã foi a segunda, em que os produtos eram apresentados com imagens maiores e descrições mais detalhadas, que vendeu quase 10% a mais do que as demais.  

Lembre-se que o cliente não está vendo o produto pessoalmente, então faça com que ele não tenha dúvida para efetuar a compra: disponibilize imagens grandes, boas e variadas, e descreva o produto com detalhes. 

3. Negligenciar SEO

SEO (Search Engine Optimization) é o grupo de características de um site que melhora o ranqueamento nos buscadores, como o Google. Reúne características como descrição dos produtos, textos alternativos para imagens, links diretos e indiretos, palavras-chave, e velocidade de resposta do site. Quanto melhor esses aspectos, maior o alcance do site, ou seja, maior é seu rankeamento e maior é a quantidade de visualizações.

Naturalmente, esse conjunto não é facilmente otimizado. Esse processo é contínuo, e são realizados testes com diferentes ferramentas de obtenção de métricas.

Como lojas online possuem muitas páginas diferentes em um mesmo domínio,  é normal a terceirização do serviço já que consome muito tempo, recursos, constante trabalho e precisa da mão-de-obra de especialistas em SEO.

4. Não ter um número de atendimento telefônico

O contato imediato e humanizado do telefone traz mais conforto ao cliente e confiabilidade ás transações da loja, além de ser uma ótima forma de solucionar possíveis problemas de forma mais rápida.

Números empresariais como o 0800 e o 3003 aumentam a credibilidade das empresas, pois são vistos como número de centrais de atendimento de grandes empresas com sistemas mais completos e de qualidade.

Se você precisa de um número empresarial com ativação imediata, baixo custo, sem instalação e ainda com uma plataforma de configuração e gestão do atendimento telefônico, o Atende Simples é a solução para você.

Estes foram alguns problemas presentes em sites de e-commerce. Agora, capriche no desenvolvimento de seu site, melhore a experiência do usuário na sua página, e aumente suas vendas. 

Gostou do post? Compartilhe com seus amigos. Se tiver dúvidas ou sugestões, deixe nos comentários abaixo.

Continue acessando nosso blog para saber mais sobre atendimento ao cliente. 

Imagem com logo do Atende Simples
Equipe Atende Simples

Atende Simples é uma solução de atendimento telefônico completa e flexível para aumentar as vendas e fidelizar os clientes. Pequenas e médias empresas passam a contar com números 0800 ou números nacionais e uma plataforma de gestão de chamadas integrada com os sistemas de marketing e atendimento, como Zendesk. Faça um teste grátis agora.

Site
Menu

Blog do Atende Simples 

Posts Relacionados:

Saiba o que é atendimento omni channelComo reduzir custos e aumentar a competitividade4 tendências do mercado de e-commerce